Make your own free website on Tripod.com

Excesso de fumo e álcool podem provocar arritmia cardíaca

Original em - CNN

19 de outubro, 2000 às 6:03 PM hora de Nova York (2203 GMT)

(SALUTIA) -- O excesso de álcool, cigarro, exercício ou estresse pode causar uma condição cardíaca, a arritmia, que é a variação do ritmo regular dos batimentos cardíacos e pode ser corrigida com cirurgia ou marcapasso.

Mas a causa mais freqüente das arritmias é a alteração das artérias que irrigam o coração, o mal funcionamento das válvulas e a insuficiência cardíaca.

A contração das fibras do coração depende de uma descarga elétrica que tem a sua origem em una região especial (marcapassos natural) e percorre uma trajetória determinada.

Quando esse sistema de condução apresenta alterações, ou quando a contração é produzida pela descarga de outra área (foco ectópico), ocorrem as arritmias.

Os sintomas habituais são: palpitações (perceber o próprio batimento do coração, enjôo, vertigem e desmaios). Esses últimos sintomas ocorrem porque o coração pode ter alterada a sua capacidade de bombeamento do sangue, produzindo hipotensão.

A causa mais freqüente das arritmias é a alteração das artérias que irrigam o coração, o mal funcionamento das válvulas e a insuficiência cardíaca. Entretanto, também podem ocorrer arritmias sem que exista uma alteração cardíaca, produzidas pelo consumo excessivo de álcool ou cigarro, pelo exercício ou pelo estresse.

Para a elaboração de um diagnóstico preliminar, torna-se necessário analisar os sintomas: freqüência dos batimentos, se são regulares ou irregulares, bem como a sua duração. O médico também deve ser informado da existência de náuseas, dor no tórax, falta de ar, se as palpitações aparecem estando em repouso ou durante uma atividade física excessiva.

Existem diversos antiarrítmicos; a prescrição dependerá tipo de arritmia e a dose deverá ser sempre exatamente calculada. Naqueles casos nos quais existe uma freqüência cardíaca lenta pode ser colocado um marcapassos.

Trata-se de um dispositivo eletrônico, colocado por baixo da pele através de um procedimento cirúrgico, que imita a freqüência do marcapassos natural: quando o ritmo dos batimentos cai por baixo de certo nível, o marcapassos envia um estímulo para que se produza a contração do coração.

Alguns tipos de arritmias podem ser corrigidos por cirurgia: os problemas coronários que causam arritmias são tratados com uma angioplastia ou ponte safena.

Pode ocorrer que, após um infarto do miocárdio, apareçam focos irritáveis que produzem taquicardias. Quando esse foco está situado em um dos ventrículos, a taquicardia pode ser mortal. Esses focos podem ser extirpados pela emissão de radiofreqüência através de um cateter que chega até o coração.

Outras Pesquisas

Principal