Make your own free website on Tripod.com

Anel de átomos é 5 mil vezes mais fino que um fio de cabelo

Fonte - Globo.com

          Para criar o efeito da "miragem quântica", os pesquisadores da IBM enfileiraram, com a ajuda de um microscópio eletrônico especial, 36 átomos de cobalto sobre uma superfície de cobre, formando um anel elíptico 5 mil vezes mais fino que um fio de cabelo. O anel de átomos age como um "curral quântico" - reflete os elétrons da superfície de cobre confinados dentro dele num padrão de onda previsto pela mecânica quântica.
          O tamanho e a forma do anel elíptico determina seu "estado quântico" - a energia e a distribuição espacial dos elétrons confinados. Os cientistas usaram um estado quântico que concentra grandes quantidades de elétrons em cada ponto focal do anel elíptico. Quando colocam um átomo de cobalto num ponto focal, uma miragem aparece no outro ponto: os mesmos estados eletrônicos dos elétrons da superfície de cobre são detectados, mesmo não havendo qualquer átomo de cobalto ali. A intensidade da miragem é de cerca de 1/3 da intensidade detectada em torno do átomo de cobalto.
          Para que esse método seja de fato utilizado na construção de circuitos eletrônicos, alguns problemas práticos terão que ser resolvidos. O primeiro é achar um meio mais rápido de construir os anéis elípticos, pois o processo utilizado, que emprega um microscópio eletrônico especial para posicionar os átomos, é muito vagaroso.
          Os cientistas da IBM construíram e testaram currais elípticos de até 20 nanômetros de comprimento por 10 nanômetros de largura. Um nanômetro equivale a um bilionésimo de metro.

Outras Curiosidades Principal