Make your own free website on Tripod.com
Notícias Atuais
Pesquisas
Principal

Veja Também :

Piadas
Tirinhas
Para Pensar
Novidades do Vestibular
Meu Fim de Semana
Viu quantos acessos ?

 

visitas desde 10/outubro/2001

Notícia de 30 de outubro de 2002

Pesquisadores utilizam lodo tóxico para produzir novo corante 

Fonte - SciAm

A possibilidade de aproveitamento do lodo tóxico, resíduo da produção de bijuterias, foi descoberta pelo casal de químicos Gislaine Aparecida Barana Delbianco e Sérgio Delbianco Filho, mestrandos em Física Aplicada e Ambiental na Universidade Estadual Paulista (Unesp) e professores da Escola Técnica Trajano Camargo do Centro Paula Souza, de Limeira. O corante, originário desse material, poderá ser usado para pisos cerâmicos, vasos sanitários e fibras de piscinas, como também ser reutilizado pelos fabricantes de jóias como pastilhas de vidros coloridas, usadas para acabamento.

O setor de jóias folheadas é responsável por 30% da economia do município de Limeira. Em média, cada um dos 450 fabricantes da região gera 30 quilos de lodo diariamente. Essas empresas ficam com o lodo estocado, já que não podem descartá-lo no meio ambiente por conter metais pesados e cianeto. As empresas que vendem corantes passaram, então, a ganhar a matéria-prima, substituindo os produtos importados. As cerâmicas poderão adquirir corante mais barato para dar coloração aos seus produtos. O quilo do corante convencional varia de R$ 30 a R$ 60.