Make your own free website on Tripod.com
Notícias Atuais
Pesquisas
Principal

 

visitas desde 10/outubro/2001

Notícia de 2 de dezembro de 2000

Portugal - Unicer diz que a radiatividade das águas de Castelo de Vide é baixa

Fonte - jornal português "O Expresso" - de nossa correspondente em Portugal - Adriana Paula de Melo
A Unicer, empresa que detém as águas Vitalis e Castelo de Vide, provindas da nascente da vila alentejana do mesmo nome, disse estar descansada quanto aos níveis de radioatividade das suas águas. O responsável pelas águas da Unicer, Melo Ferreira, disse ao EXPRESSO On-Line que os valores de radão (gás radioativo) detectados na exploração são «baixos, ao nível dos milidecreis».
As afirmações de Melo Ferreira surgem na seqüência de declarações de um professor catedrático em qualidade da água, que afirmou que as águas das nascentes de Castelo de Vide e do distrito de Viseu contêm percentagens daquele gás radioativo, que pode provocar cancro nos pulmões.
Melo Ferreira explicou que a Unicer, tal como todas as empresas de águas com autorização para laborar, foram sujeitas a análises de radioatividade antes de entrar em funcionamento. O fato de Castelo de Vide ser «uma zona de quartezitos, onde a radioatividade é baixa, ao contrário das zonas graníticas» é outro argumento que descansa a empresa.
O responsável da Unicer admitiu que depois de entrar em laboração as águas das nascentes não são submetidas a testes periódicos de radioatividade, mas apenas a testes microbiológicos, acrescentando que, atualmente, «está a ser ponderada a realização de um estudo mais aprofundado sobre a radioatividade em Portugal».
Águas das nascentes de Viseu e Castela de Vide contêm gás radioativo.